Documento sem título
Oração

Salve Rainha (rezada por Irmã Benigna)

Salve Rainha, Mãe de misericórdia,

vida, doçura, esperança nossa, salve!

A vós bradamos os degredados filhos de Eva.

A vós suspiramos,

gemendo e chorando,

neste vale de lágrimas.

Eia pois, advogada nossa,

esses vossos olhos misericordiosos

a nós volvei, e depois deste

desterro, mostrai-nos Jesus

bendito fruto do vosso ventre,

ó clemente, ó piedosa,

ó doce sempre Virgem Maria.

Rogais por nós Santa Mãe de Deus,

Para que sejamos dignos

das promessas de Cristo.

Amém.

Histórico

Oração da Salve-Rainha

A origem desta oração é atribuída ao Monge Germano Contratus, que, iniciando sua composição por volta do ano de 1049, não pode terminá-la devido ao seu falecimento, quando escrevia: “depois deste desterro mostrai-nos Jesus”. A conclusão desta oração foi realizada por São Bernardo, em meados do século Xll, na cidade imperial de Spira, quando fora pregar sobre a 2ª Cruzada, e, num ímpeto de amor, fez três genuflexões, com os olhos fitos na imagem da Virgem Santa, exclamando; Ó Clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria!’, completando, assim a prece do monge Germano. Estas palavras foram esculpidas em lâminas de bronze no assoalho da Catedral e, depois, introduzidas na oração da Salve Rainha.

Voltar